passado. presente. futuro.
o ambiente perfeito para uma aventura cheia de ação e suspense.

Porto Alegre é a capital do estado do Rio Grande do Sul, e uma das mais importantes cidades do Brasil.

Na trama do livro, Nova Porto Alegre é apresentada no futuro como uma metrópole moderna e impressionante. Apesar dos grandes e suntuosos edifícios, a cidade ainda mantém seus principais prédios e monumentos históricos, quase exatamente como os conhecemos hoje.

Por causa do seu cenário quase surreal, de contornos vítreos e brilhantes onde predominam as edificações feitas ou restauradas com um inovador material, a capital tornou-se também conhecida como “A Cidade de Vidro”. O material, denominado vitrato, viria a se tornar o principal elemento que proporcionou a restauração da antiga cidade devastada pela segunda enchente do grande lago em cujas margens ela se localiza.

Imponente e moderna, não conseguiu, no entanto, extinguir a desigualdade social e o descaso de seus administradores. Neste cenário, a beleza e a pobreza convivem nas suas esquinas, assim como seus gigantes de vidro e seus prédios históricos.

Diversas e importantes locações reais da cidade são percorridas pelos personagens em sua perigosa missão, enquanto parte da história de Porto Alegre e de seus personagens mais emblemáticos são apresentados e se inserem na trama. Monumentos, eventos reais e a utilização de objetos existentes ainda hoje nos locais da ação buscam trazer uma base palpável para o enredo literário e quase cinematográfico.

Num paralelo, é também apresentada uma visão de como seriam determinados locais de hoje neste futuro proposto e idealizado, transformando a cidade numa megalópole com traços góticos e de ambientação baseada em filmes de ficção, meio retrô, meio contemporâneo.

Um ambiente misterioso e indefinido, formado de luzes e sombras, perfeito para uma movimentada aventura de mistério, ação e fantasia.